October 7, 2019

Please reload

Posts Recentes

Participe das festividades de Nossa Senhora Aparecida!!!

October 7, 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Em entrevista, dom Manoel João Francisco fala sobre o significado e o sentido do tempo litúrgico

December 3, 2018

 

A Igreja através de sua experiência milenar encontrou maneiras de preparar suas festas principais. Por isto instituiu o Advento, como tempo propício de preparação, que antecede o Natal do Senhor. A palavra “Adventus”, do latim, era usada por ocasião da vinda de Jesus Cristo.

A liturgia da Igreja fala, durante o Advento, na preparação de duas vindas do Senhor: a primeira, acontecida com o nascimento de Jesus, em Belém, que é tornada presente no Natal. A segunda, celebrada como expectativa da vinda de Cristo no fim dos tempos. Por este duplo motivo, o Advento se apresenta como um tempo de piedosa e alegre expectativa.

 

Por ocasião deste tempo litúrgico, que este ano tem início no dia 02 de dezembro, o portal da CNBB entrevistou o bispo de Cornélio Procópio, no Paraná, dom Manoel João Francisco, que também é membro da Comissão Episcopal de Texto Litúrgicos da CNBB, a Cetel. Ele falou sobre o significado e sentido do tempo litúrgico, assim como sobre a cor litúrgica desse tempo.  Confira, abaixo, a entrevista na íntegra:

 

Dom Manoel, qual é o significado e o sentido litúrgico do Advento?

Advento como diz a palavra significa a vinda do Senhor ou também chegada do Senhor. O Advento nos lembra a memória da primeira vinda de Cristo na Terra e com isso nos preparamos para o Natal, mas também o Advento nos faz lembrar a segunda vinda. Fazendo memória da primeira vinda, nós nos preparamos para a segunda vinda do Senhor no final dos tempos, porque quando ele voltou para junto do Pai, ele prometeu que haveria de voltar e não nos disse nem o dia, nem a hora, mas que iria voltar; então nós precisamos estar preparados para essa segunda vinda, aliás as leituras e as orações desse período, principalmente as primeiras semanas do Advento colocam-nos nesse clima de vigilância, de oração, de expectativa da segunda vinda.

Também entre a primeira vinda, da qual nós temos memória e a segunda vinda para a qual nós nos preparamos existe várias vindas do Senhor, são vindas misteriosas, sacramentais. O Senhor se torna presente ou vem para nós através da sua Palavra, através de todos os sacramentos, especialmente da Eucaristia, através da pessoa dos irmãos e irmãs, de modo especial na pessoa dos necessitados, empobrecidos, excluídos, e nós só nos preparamos adequadamente para a segunda vinda na medida em que nós acolhamos o Senhor que vem nessas vindas misteriosas, nessas vindas sacramentais no nosso estar, na nossa vida presente, então esse é o sentido do advento: fazer memória da primeira vinda, nos preparar para a segunda vinda acolhendo o Senhor que vem agora de diversas formas.

 

Qual é a cor litúrgica desse tempo?

A cor é o roxo porque no Advento nós ficamos nessa expectativa e nos preparando para a segunda vinda que pede penitência e o roxo é sinal de penitência, mas uma penitência alegre, uma alegre expectativa digamos assim… E no terceiro domingo do Advento essa alegria se manisfesta de uma forma um pouco mais clara, e por isso que no terceiro domingo do Advento também é possível usar o paramento de cor rosa.

 

O Advento é um tempo penitencial?

É penitencial porque pede um pouco de penitência, sem dúvida, ao nos prepararmos. Pede conversão! A vida cristã inteira pede conversão e de uma forma toda especial durante a Quaresma, que é a preparação para a Páscoa, mas também no Advento esse pedido de conversão manifestado e por isso mesmo ele é penitencial, mas não tão penitencial quanto a Quaresma.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square